Como obter sinergia financeira em uma operação de fusão ou aquisição?

postado em: Fusões e Aquisições | 0

A sinergia financeira gerada por uma operação de fusão ou aquisição está diretamente ligada ao potencial de redução do custo de capital da companhia adquirida. Estudos afirmam que a combinação de duas firmas pode reduzir o risco total da nova corporação, principalmente se os fluxos de caixa das companhias não estejam perfeitamente correlacionados. Caso a operação de M&A reduza a volatilidade dos fluxos de caixa, acionistas e credores podem melhorar a sua percepção de risco sobre a companhia e consequentemente reduzir o custo do capital.

A combinação de duas empresas com fluxo de caixas distintos pode inclusive reduzir o risco de falência. Em certas circunstancias, uma das firmas pode experimentar condições de mercado adversas e reduzir o seu potencial de geração de caixa, contudo os fluxos de caixa após o serviço da dívida da companhia mais solvente podem ser suficientes para prevenir uma falência.

Como resultado das transações de M&A, a empresa obtém importantes economias de escala como menores custos de transação e de captação. No mercado financeiro e de capitais, uma companhia com maior porte operacional (pós-M&A) obtém acesso a estruturas financeiras mais elaboradas e atendimento especializado.